domingo, 17 de setembro de 2017

O Penico - update

Claro que não é um update sobre o penico - até porque ainda não tinha aqui falado dele. 
Quero mesmo é aproveitar a oportunidade (já que vou falar sobre o penico) para vos fazer um apanhado da evolução da pequena Maria Inês - acho que vos estou a dever essa já há algum tempo.

Como sabem (ou leram aqui) a Maria Inês completou o seu primeiro ano de vida no passado dia 25 de Junho.
Aos 12 meses de idade há uma série de mudanças, principalmente no que à alimentação diz respeito. Já podemos começar a introduzir tudo e mais alguma coisa que até então era proibido.
Mas digam lá: quem é que nunca passou um geladinho pelos lábios do bebé, um bolinho ou uma garfada da nossa comida, só para ver a reacção? Às vezes é tentador... e diga-se de passagem, desde que sejam saudáveis e não façam alergias, podemos ir tentando de tudo um pouco (q.b., claro!). É óbvio que não vou dar uns camarões à gaiata ou uma costeleta cheia de gordura mas, como diz a nossa médica, já não há grandes regras na alimentação das crianças - desde que tenhamos atenção às reacções e não introduzamos muitos alimentos novos de uma vez.





A Maria adora pêssego!


Bem... isto tudo para vos dizer que a Maria Inês é um belo garfo e dificilmente fecha a boquinha quando se trata de comer. 
Engasgar-se? O que é isso? 
E não é que a miúda é desenrascada? Ela quer é dar ao dente, mesmo que ainda só tenha 8 (dentes)!
Ainda não descobrimos nada que ela não goste. Desde frutas, sopas, carne ou peixe... até pizza a Maria come. Sim pizza! Tudo muito básico mas pizza!

Mas atenção que a miúda é esperta e sabe o que é bom! Ela gosta de comer mas não abdica da maminha! 
Verdade. Ainda tenho que despender do meu sono para dar mama à menina durante a noite ou mesmo durante o dia, sempre que me apanha em casa. E é maravilhoso ver as acrobacias da Maria enquanto mama. É uma verdadeira artista!
Já as minhas olheiras não são nada agradáveis de se ver.

E já anda? - Perguntam vocês.

A Maria gosta muito de andar - quase que corre - mas agarrada às nossas mãos. Provavelmente ainda se sente insegura e assim que a largamos senta o rabiosque no chão. Às vezes até agarra sozinha no andarilho e põe-se a andar... mas se não tem onde se agarrar, lá vai ela a gatinhar. Uma preguiçosa!
E ainda há o pequeno pormenor de querer andar sempre descalça. Nem as meias se aguentam nos pés 15 minutos... qualquer dia vai para a tropa e não sabe andar de sapatos!! Não há condições.




Lá está ela de rabiosque no chão (e sem sapatos)!


Falar também não é com ela.
Se há uns bons meses atrás a Maria Inês dizia papá, mamã e papa, atualmente diz mamã e é só mesmo em último recurso.
O mal talvez seja que toda a gente a percebe. Assim sendo a Maria acomoda-se aos seus balbuceios e até refila quando acha que deve - mas sempre em "bebéguês"
Ainda assim quase conseguimos ter diálogos com a criança: nós falamos e ela responde com acções. A mamã diz: "Vamos tomar banho" - e a Maria começa a tirar a fralda. "Vamos por creme à menina" - a Maria deita-se para  esfregarmos o creme no corpo e ainda ajuda a esfregar. "Queres água?" - e a Maria aponta para o copo. "Limpa a boca." - e a Maria pega no pano e limpa a boca.
Enfim... um sem número de interações que conseguimos ter com a menina mesmo sem ela se expressar por palavras. Como é que ela não há-se ser preguiçosa!?!


Ah, mas era para falar do penico certo? [Ou bacio, como preferirem.]

A Maria Inês tem só um ano e dois meses e claro que ainda é cedo para deixar as fraldas (na minha opinião). Mas, por piada, na muda da primeira fralda, ao acordar (no fim de semana passado), sentei-a no penico só para ver a reacção dela e perguntei "queres fazer chichi"? Como é óbvio a menina não me respondeu e nem eu estava à espera que tal acontecesse mas fiquei a admirar a expressão dela até que... comecei a ouvir o líquido a cair no fundo do recipiente!! Desatámos a festejar e bater palmas... e até o penico deu sinal! É que o penico da Maria dá música quando "percebe" que tem algo lá dentro. É um som giro, tipo os que ouvimos em alguns jogos, como se dissesse "vitória". Ficou-se por ali e voltei a por-lhe uma fralda. 
Mais tarde, já depois da sesta da manhã, voltei a fazer a fazer o mesmo. Sentei-a no penico e lá ficou ela uns minutos. Muita concentração e... não é que a menina fez um cocó no penico?!! 
Pronto, mais festa, mais gritos, mais palmas, elogios, mas sem música porque o penico não tocou!! Vá-se lá entender estas novas tecnologias.




A poltrona da Maria!


Bem...  feitas as contas, já poupei duas fraldas este mês!

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Estamos de Parabéns!!

E não é que já passou um ano?!!

Verdade. O nosso cantinho completou o primeiro aniversário e estou muito contente por termos chegado até aqui. Com meses mais produtivos que outros mas com um balanço muito positivo!

O meu desejo é que a produtividade cresça cada vez mais assim como o feedback positivo que me tem acompanhado até aqui. É muito gratificante encontrar alguém na rua e ser presenteado com um "gosto muito de ler o teu blogue". Às vezes nem sei bem o que responder e pareço uma criança tímida a fugir aos elogios dos adultos com um simples sorriso envergonhado.

Espero então que vocês continuem desse lado, a acompanhar as aventuras, novidades e trapalhices desta família normal. 









Até já!!

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Coisas de blogguers - TAG: 11 Factos sobre mim







Ora bem… isto hoje vai ser uma coisa diferente.

Quando entrei neste mundo da blogosfera comecei a conhecer até vocabulário novo.
Já tinha visto vários posts de outras bloguers intitulados de "TAG" - algo que andei algum tempo sem perceber o que significava. Tendo em conta o significado literal da palavra, em Inglês, não conseguia relacionar uma coisa à outra.
Com o tempo, e depois de ler várias TAG's por outros blogues, consegui perceber a intenção: É como uma corrente que os bloguers vão passando de uns para os outros com o fim de se conhecerem melhor, já que estas TAG's consistem em perguntas e respostas sobre a própria pessoa. É uma dinâmica muito gira.

Ora então, eis que eu também fui nomeada para responder a uma TAG.
Fui nomeada pela queridíssima autora do blogue “As Coisas Dela” – a quem agradeço a nomeação e peço, desde já, mil desculpas por ter demorado tanto tempo a responder (já foi em Fevereiro).





 




 

Esta TAG intitula-se "11 factos sobre mim".

As regras são:
  • Escrever 11 factos sobre ti;
  • Responder às perguntas feitas pela pessoa que te nomeou;
  • Nomear 11 a 20 blogues com menos de 200 seguidores;
  • Fazer 11 perguntas aos blogues nomeados;
  • Colocar o selo da Liebster Award;
  • Linkar a pessoa que te nomeou.

 [Não me levem a mal mas optei por não fazer nomeações.]

Então vamos lá...

11 Factos sobre mim:

1. Sou a pessoa mais sonhadora que conheço;
2. Na adolescência tive uma paixão enorme pelos BackstreetBoys que, aliada ao meu sonho de ser cantora, vivi uns anos a acreditar que um dia cantaria com eles;
3. Desde criança que choro quando vejo documentários sobre pobreza/fome em África (hoje em dia até com reportagens sobre os refugiados e tudo que implique o sofrimento e a injustiça);
4.   Acredito que podemos viver num mundo melhor (ok, sou ingénua!);
5.   Sou a segunda de quatro irmãos (três gaijas e um gaijo – o mais novo);
6. O meu irmão é o sósia perfeito do Taylor Lautner (o lobinho da Saga Twilight);
7.  Um dos meus maiores sonhos é poder viajar pelo mundo inteiro (e talvez uma da minhas maiores frustrações por não ter possibilidades de o fazer);
8.   Há cerca de um ano e meio apaixonei-me pelo Hawai e digo ao meu filho que um dia vamos viver para lá (ou não me chame eu Rute);
9.   O meu doce preferido é gelado – de preferência de baunilha;
10. Apesar de ser calma e ter ar de “não parto um prato”, sou super aventureira e adorava experimentar montes de desportos radicais, por exemplo;
11. Conheci o meu marido na Internet – alguém aqui é do tempo do Mirc?



As minhas respostas à Desafiadora:


  1. O que mais te cativa no mundo dos blogues? Podermos ter a liberdade de nos expressarmos, de escrevermos sobre o que bem entendemos.
  2. Se me pudesses dar um conselho, qual seria? Nunca coloques o trabalho à frente dos que mais amas.
  3. Se fosses convidada a criar um prato e/ou bebida, qual seria a tua combinação perfeita? Algo exótico que metesse fruta, peixe e saladas, junto com um cocktail de frutos vermelhos (género margarita).
  4. Filmes, séries ou livros, e porquê? Todos! Adoro  ler (apesar de não ter tempo) e sou mega fã de cinema e séries.
  5. Qual o local que mais gostaste de visitar dentro e fora de Portugal? Infelizmente não sou muito viajada mas adorei o Gerês. Fora de Portugal, adorei conhecer a Holanda e gostava de conhecer melhor.
  6. Sentes-te realizada? A nível pessoal, sim.
  7. Qual é o teu maior objetivo de vida? Ser sempre feliz - eu e os meus.
  8. O teu ídolo e porquê? Tenho dois: o meu pai e o meu marido. São forças da natureza, lutadores fortes e resistentes.
  9. O que mais gostas de fazer no teu dia-a-dia? Neste momento o meu dia-a-dia não é muito interessante já que, quando não estou a trabalhar, tenho crianças para tratar e as lides domésticas para por em dia. Tirando isso, aproveito para descansar sempre que mo permitem (ou escrever)! O meu dia-a-dia perfeito seria passado pela praia - de preferência no Hawai!!
  10. Produtos e roupas sempre de marca ou nem por isso? Confesso que há marcas de roupa de que gosto bastante. No entanto sou regrada e tenho noção do que posso ou não posso gastar. Neste momento não me meto em voos muito altos e compro o que gosto desde que não seja muito caro.
  11. O que não pode faltar no teu roupeiro?  Jeans. 
 

Assim sou eu.

 

sábado, 2 de setembro de 2017

Sim, estou viva!

Este querido mês de Agosto foi mesmo difícil. 
Ele foi calor a mais durante o dia e frio à noite; ele foi horários difíceis de conjugar cá em casa; ele foi miudos doentes e cansaço em excesso... não foi mesmo nada fácil.

Foi um Agosto cansativo. Levou-me mesmo à exaustão, mas sobrevivi.  Estou viva! E estou por aqui. Vou fazer os possíveis para que esta minha ausência prolongada não se volte a repetir.

E para começar o mês de Setembro... tchan, tchan, tchan (um pouco de suspense)... nada melhor do que uma gripezita para alegrar os dias. 

Mas continuo viva!

Até já. 


domingo, 6 de agosto de 2017

Meu querido mês de Agosto!

Na verdade não sei se é assim tão querido...

Agosto é sinónimo de férias  (que novidade) imigrantes e turistas a monte, praias lotadas seja sábado, domingo ou quarta-feira, centros comerciais a abarrotar, restaurantes com fila e até ir ao supermercado pode ser uma tortura.
É, oficialmente, o mês da confusão!

Às vezes tenho a sensação que toda a gente tira férias ao mesmo tempo. Será que a produção do País pára em Agosto?

Trabalhando no comércio, sinto ainda mais esta tortura. Há dias em que as pessoas parecem animais - peço desculpa pela comparação mas é mesmo isto - as pessoas correm às compras com alguma violência. Estão sempre cheias de pressa e de mau humor... mesmo de férias esquecem a calma e a paciência em casa. Muitas vezes a educação e o civismo também  (sim, eu sei, não é só em Agosto!).

Já aqui demonstrei o quanto eu "gosto" da confusão (se não for um concerto de uma banda que eu goste, deixem a confusão bem longe sff). E ir à praia durante este mês - que, como já sabem,  é das coisas que mais gosto de fazer - pode ser um verdadeiro frete! Ou madrugo para arranjar estacionamento e "abancar" com calma no areal, ou então está o caldo entornado!
Ou é porque não há espaço, ou é porque já não se encontra um spot de jeito... e quem vai com crianças sabe bem como é importante encontrar um espaço jeitoso na praia - ou sou a unica que acha que a bagagem a levar para a praia cresce brutalmente depois de termos crias?! É toalhas e mudas de roupa, é fraldas e chapéus, cremes nunca são demais porque temos que proteger tudo e mais alguma coisa; a geleira aumenta de tamanho porque esta malta gosta de comer e a água mais vale levar a mais porque é importante estarmos hidratados...

Bem, mas estávamos mesmo a falar do mês de Agosto, certo?



Imagem retirada da Internet


É realmente um mês complicado para se passear ou fazer um programa normal em família com alguma calma e sem confusão. Claro que me refiro a programas de uma familia normal com com budgets que excluem férias de luxo num qualquer paraíso à beira-mar plantado. Porque se o budget familiar o permitisse  eramos os primeiros a fugir daqui em Agosto! 

Conhecem alguma praia que não esteja lotada no mês de Agosto? Ou um parque que tenha um ambiente calmo? Um restaurante que não tenha um tempo de espera médio de 45 minutos?
Atenção... não vale dar dicas de baixa qualidade ou (o oposto) com preços de luxo, ok!!

Já agora, acham que acalma até Dezembro?



terça-feira, 1 de agosto de 2017

Dia Mundial da Amamentação

Por aqui continuamos com maminha todos os dias. A mamã tem a sorte de ter leite e a bebé tem a sorte de adorar a mamoca! 😊


Imagem da Internet



Feliz dia da maminha a todos os bebés por este mundo fora!

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Momentos #1 Happy relax day on the beach!

Ora então dou hoje início a uma nova rubrica aqui no cantinho da família normal!

Há momentos que valem a pena partilhar e achei que podia criar uma rubrica para isso mesmo - partilhar convosco, fieis seguidores, momentos (de alguma forma especiais) que ficam registados na câmara.

Para anunciar a rubrica resolvi partilhar algo tão simples e bom como um dia de descanso na praia. 






Não imaginam o que eu ADORO isto! Juro-vos que era capaz de viver numa cabana junto à praia (o José Cid é que tinha razão) e não me fartava de mar.








A combinação de cores que um dia na praia nos proporciona é perfeita.





Não é propriamente uma praia paradisíaca... É só ali na Fonte da Telha mas é o suficiente para lavar a alma. E o bem que sabe lavar a alma com água salgada!




Que o Verão não acabe!